4 formas de lançar a sua carreira na Alemanha
Estudo & Carreira

4 formas de lançar a sua carreira na Alemanha

Marcelo Marcelo Vacc de Abreu
7 de abril de 2019
86
0

Imagem: Arek Socha from Pixabay

Olá Pessoal,

 Algum tempo atrás fiz um post no LinkedIn falando sobre a imensa quantidade de vagas disponíveis na Alemanha e região. Após a publicação, constatei uma  grande variedade de usuários interessados, desde recém-formados até pessoas extremamente qualificadas...

 Neste post, irei listar aqui as 4 possiblidade de viabilizar o desejo de vir trabalhar na Alemanha. Irei expor,  também, pontos à atentar para que seu sonho não vire pesadelo. Na sequência, citarei os links dos videos do meu amigo Celso para complementar as informações!

A) Ser Transferido para a Alemanha, pela empresa que se trabalha no Brasil

Esse foi o meu caminho, sem ter cidadania europeia. Comecei a trabalhar no Brasil por uma empresa que tem operações em ambos países. Depois de algum tempo, conversando com meu chefe expus meu desejo de ir trabalhar na Alemanha e as coisas deram certo!

Eu acredito que a palavra tem poder. Corra atrás, pesquise se sua empresa tem operações em outros paises ou busque esse tipo de empresa. Depois de um tempo de trabalho, fale com o chefe, haja com honestidade, demonstre compromisso de longo prazo, faça um plano e com fé em Deus tudo dará certo!

Risco

Eu diria que esta seria a opção com menor risco, pois você tem já um laço de confiança com a empresa e eles te ajudarão nesta transição! Fica apenas o risco de você não corresponder a expectativas do seu chefe.  Cabe a cada um avaliar a situação da empresa, relacionamento com chefe, etc. Após esta avaliação, você poderá decidir com mais certeza se irá expor a sua vontade ou não.

B) Ser Contratado com Sponsorship de empresas estrangeiras

Esta situação é bem próxima da anterior, porém a empresa contrata você direto para trabalhar no exterior. Geralmente isso acontece com pessoas extremamente qualificadas, e em áreas com uma grande escassez de mão de obra.

Risco

Nunca, nunca deposite nem pague nada para recrutadores ou alguém que te ofereça uma vaga. A verdade é que na Alemanha são as empresas quem pagam as taxas dos recrutadores (alguns milhares de euros) se eles encontram um cadidato que preencha uma determinada vaga por um determinado tempo! Procure informações sobre a empresa interessada e se possível cheque tudo com fontes alternativas!

C) Vir como estudante

Conheci aqui muitos colegas que vieram para a Alemanha estudar e mesmo após se formarem e terem já uma profissão no Brasil optaram por ficar na Alemanha. Em muitos casos, eles fizeram um mestrado de 4 semestres na Alemanha. Aqui fica uma ressalva que não sei muito sobre o processo de vir estudar na Alemanha, mas sei que apesar do curso muitas vezes ser praticamente de graça, os demais custos como moradia são altos.  Fica apertado e dependendo da cidade pode não ser suficiente. 

Após cerca de 1 ano de estudo, já é possível começar a trabalhar como estagiário e já da pra começar a se bancar! Após cerca de 2 anos, a maioria dos estudantes já esta formada no Master.  A grande vantagem é que estagiários praticamente tem emprego garantido. Isso é uma coisa legal do Brasileiro. A maioria se adapta bem ao trabalha duro, e sempre conseguem alguma coisa boa.

Risco

Não se adaptar a vida de estudante. Os cursos aqui são intensos com muitas provas, trabalhos, etc. Além disso, o número de horas permitidos de trabalho nessa fase é bem pequeno, portanto é bom vir com uma reserva financeira para aguentar a fase inicial.

D) Busca de emprego com cidadania europeia

Se você tem cidadania europeia, você terá o direito de morar em qualquer pais da EU,  inclusive com alguns auxilios sociais,  enquanto procura emprego. Novamente, não tenho muita ideia como funciona, porém depdendendo da cidade você pode passar apertado!

Risco

Possivelmente você não possui a experiência necessária para atuar na sua área, e sem a possiblidade de iniciar um estudo superior, pode ficar mais difícil entrar no mercado de trabalho.  Você poderá ter que ficar exercendo outras atividades que não tenham nada a ver com a sua formação.  Aqui não há demerito nenhum em fazer isso, porém se você impreterivelmente quer atuar na sua área, fique atento e faça uma alto-avaliação antes de decidir.

 Alerta importante para todas as opções

A Alemanha está passando por uma grave crise de escassez de moradia. Esta crise tem se agravado devido ao mercado de trabalho aquecido, baixa taxa de juros a longo prazo, somado a grandes restrições para liberar novas construções. Atualmente a busca por um apartamento é extremamente desgastante e dificil.

Aqui é o locador quem escolhe pra quem ele deseja alugar a propriedade. Existe um valor máximo que pode ser cobrado pelo aluguel então ele decide entre os interessados quem o agrada mais.  Nessa hora, vário fatores são levados em consideração: tempo de trabalho, salário, animais de estimação, hábito de fumar, filhos, tudo conta...

Eu não recomendo vir direto com a família inteira. Venha sozinho e traga a esposa, esposo ou filhos somente após ter resolvido a situação da moradia. É bem mais fácil se virar sozinho do que com a familia, mesmo sendo duro ficar longe um tempo diria ser o recomendável a fazer!

Boa sorte a todos e se precisarem de alguma dica adicional, entrem em contato comigo via email ou Linkedin.

Vídeos Relevantes

- Estou velho demais para ir morar na Alemanha?

- Buscando trabalho na Alemanha

- Vagas de emprego na área de informática na Alemanha

O que fazer ao se mudar para Alemanha? – Manual de sobrevivência aos recém-chegados
Refresco: 8 lagos próximos de Munique que você precisa conhecer
Marcelo Vacc de Abreu
Marcelo Vacc de Abreu
Autor
Marcelo é engenheiro formado pela Pontifícia Universidade de São Paulo. Atualmente trabalha como System Integrator Engineer na IAV GmbH. Ele começou a sua carreira na IAV do Brasil em 2012 e finalmente em 2015 optou por uma transferência para a matriz da empresa em Gifhorn na Alemanha. Atualmente vive em Braunschweig com sua família.

Comentários