Novas experiências, a importância de vivê-las
Coluna Papo com a Cris

Novas experiências, a importância de vivê-las

Cristiane Cristiane Rabenberg
3 de agosto de 2018
46
0

Imagem: Toa Heftiba on Unsplash

Em meio ao verão Europeu, o qual nos presenteava com temperaturas de até 35C, estava eu, procurando um lugar nas belas e arborizadas ruas de Hamburgo para sentar, estudar e escrever meus textos.

Estar externa e envolvida em um ambiente diferente, sempre me traz inspirações interessantes para transformar minhas ideias em matéria.

Decido então sentar em uma das muitas padarias que encontramos aqui, peço um delicioso cappuccino e começo a estudar e a escrever com muita concentração, até que uma inusitada “figura” chega até mim e pergunta se pode sentar ali comigo. Eu rapidamente digo: “ claro, pode sentar” e ele, com seu pequeno laptop me pergunta se sou escritora eu digo que não, mas que gosto de escrever e então descubro que eu estava diante de um escritor alemão.

Esse escritor alemão muito simpático e com sorriso nos lábios era uma pessoa interessante, com seus 50 e poucos anos, conversava de vários assuntos, trazia informações relevantes sobre a Alemanha e seu povo e mostrava-se interessado também em saber sobre psicologia e sobre o Brasil.

Esse é um perfil que foge aos padrões alemães, que na grande maioria das vezes estampa muita seriedade, pouco interesse por fazer amizade ou conversar com desconhecidos e apresso pelo seu modo de viver a vida por si só. Por esse motivo, em um primeiro momento, eu não esperava nenhum tipo de interação daquela pessoa que ali se sentou para escrever, afinal de contas, depois de 1 ano vivendo aqui, já me acostumei com esse jeito “pouco interativo” dos alemães, mas aquele dia lindo de verão me presenteou também com uma nova vivência que me trouxe a certeza de que, quando estamos abertos a novas experiências, quando estamos envolvidos em uma energia positiva, estamos prontos para abraçar o que é de novo e tirar o melhor aprendizado que podemos ter.

E assim foi aquela manhã, em meio aos estudos, cappuccinos e as paradas para um bate-papo, passamos um tempo diferente e enriquecedor, em que a aprendizagem, o interesse, a bondade e a troca foram os grandes artistas dessa experiência.


Gravidez na Alemanha: procura e acompanhamento com obstetra
Guia de Biergartens em Colônia
Cristiane Rabenberg
Cristiane Rabenberg
Autor
Sou brasileira, psicóloga, coach, com carreira desenvolvida no Brasil na área de Recursos Humanos de grandes empresa. Residente em Hamburg, o Calanchoê Coaching e Desenvolvimento Humano é o meu projeto atual, um blog com dicas e informações sobre autodesenvolvimento, comportamento humano, coaching, qualidade de vida e liderança. Eu também atuo como Coach, realizando os atendimento via online. Adoro interagir com você leitor, pois acredito 100% na eficácia do movimento de troca e da relação ganha-ganha no processo de crescimento e desenvolvimento do ser humano.

Comentários

Cadastro Login
Login com rede social
ou
Esqueceu a senha?
Cadastro Login
Login com rede social
ou
Uma confirmação será enviada por email
Cadastro Login
Cadastro