Sobre nós

Como tudo começou

Este site começou em uma manhã ensolarada, lá em 2008, com o intuito de compartilhar experiências com outras pessoas que talvez, estivessem passando pelo mesmo labirinto de adaptação, característico a tamanha mudança cultural. Naquela época, o Celso era apenas um novato na terra da batata, buscando formas de não sentir tantas saudades da praia carioca, em pleno inverno alemão.

Desde então, muita coisa mudou e o site adquiriu uma proporção tão grande que fica difícil lembrar e listar todos os tópicos, relacionados a viver, trabalhar e estudar na Alemanha, aqui abordados. Mas alguns compartilhamentos, jamais deixaram de ser explorados. Afinal, ser um Ausländer requer tenacidade e paciência. Aqui aprendemos que enquanto era bom ser “solteiro no rio de janeiro”, ser solteiro aos 30 anos na Alemanha aparentemente significa motivo de deboche.

O tempo foi passando e o que parecia um labirinto transformou-se em uma autobahn, em linha reta. Instalou-se a adaptação e assim, com uma nova versão própria, o Batatolandia foi evoluindo também. Atualmente, o site está na sua quarta versão (Batatolandia 4.0) e tem como objetivo oferecer informações e dicas sobre a vida na Alemanha.

Por que Batatolandia?

A batata é para o alemão o que o feijão e o arroz são para os brasileiros. Eles consomem e gostam muito de batata. A batata foi introduzida na Alemanha no século 18 por Frederico O Grande através do Kartoffelnbehfehl, uma lei que obrigava os camponeses a cultivarem a batata. Estes, porém, se mostraram relutantes já que na época dominava o seguinte lema: "O que o camponês não conhece, ele não come".

Frederico resolveu o problema criando um ar de mistério em volta da batata na intenção de aguçar a curiosidade das pessoas. Sentinelas foram designados a patrulhar as plantações de batata durante a noite, porém ao mesmo tempo foram ordenados a fingir não ver os curiosos ladrões de batata que certamente viriam. Ao perceber a importância que o Imperador dava as suas batatas, muitos camponeses roubaram mudas da planta e começaram a criar suas próprias plantações da "valiosa" batata.

Agradecimentos

Agradecemos as seguintes pessoas por contribuições feitas para o site ao longo dos anos.

Cadastro Login
Login com rede social
ou
Esqueceu a senha?
Cadastro Login
Login com rede social
ou
Uma confirmação será enviada por email
Cadastro Login
Cadastro